Vida Consagrada:Identidade e Missão

“A Vida Consagrada está ao serviço desta irradiação definitiva da glória divina,quando toda a criatura vir a salvação de Deus (cf.Lc 3,6; Is 40,5).O Oriente cristão sublinha esta dimensão,ao considerar os monges como anjos de Deus sobre a terra,que anunciam a renovação do mundo em Cristo.No Ocidente,o monaquismo é celebração feita de memória e vigília:memória das maravilhas realizadas por Deus,vigília do cumprimento definitivo da esperança”.(VC 27).

Amados irmãos e irmãs internautas,estamos celebrando nesse dia 02 de Fevereiro a Solenidade da Apresentação do Senhor,e também o Dia da Vida Consagrada.Essa semana,eu elaborei uma mensagem para esse dia,com o tema “Comunidade e Missão«Eles perseveravam na doutrina dos apóstolos»”(At 2,42).O momento de estarmos renovando o compromisso com a Comunidade de Vida ou de Aliança,nós somos chamados a dar um passo definitivo para que a evangelização produza em nós a Identidade,o Carisma e Missão.”Quer extraordinários quer simples e humildes,os carismas são graças do Espírito Santo que,direta ou indiretamente,têm uma utilidade eclesial,pois são ordenados à edificação da Igreja,ao bem dos homens e às necessidades do mundo.Os carismas devem ser acolhidos com reconhecimento por aquele que os recebe,mas também por todos os membros da Igreja,pois são uma maravilhosa riqueza de graça para a vitalidade apostólica e para a santidade de todo o Corpo de Cristo,contanto que se trate de dons que provenham verdadeiramente do Espírito Santo e que sejam exercidos de maneira plenamente conforme aos impulsos autênticos deste mesmo Espírito,isto é,segundo a caridade,verdadeira medida dos carismas”(CIC 799-800).

A partir daí,a Vida Consagrada é como uma busca renovada na Igreja,sendo que a Palavra de Deus surge em nosso meio um relato importante no verdadeiro carisma da Igreja,conforme nos ensina São Paulo que fala a respeito da diversidade entre dons e carismas vividos nas Novas Comunidades (cf.1Cor 12,4-11).A experiência que vamos viver é transformar uma vida nova para que sejamos transformados na fé e na esperança.“Eis que estou enviando o meu mensageiro para preparar o caminho à minha frente.E de repente chegará ao seu tempo o Senhor que vós estáveis procurando,o mensageiro da Aliança que estáveis desejando.Eis que ele chega-diz o Senhor dos exércitos.Quem poderá aguentar o dia de sua chegada? Quem ficará de pé quando ele aparecer?”.(cf.Mal 3,1-2).

O Carisma,a Identidade e Missão,tem a graça de proceder a nossa responsabilidade de levar em conta que“aos leigos e à vida consagrada a participarem de organismos ecumênicos com cuidadosa preparação e esmerado seguimento dos pastores,a realizarem ações conjuntas nos diversos campos da vida eclesial,pastoral e social.Na verdade,o contato ecumênico favorece a estima recíproca,convoca à escuta comum da palavra de Deus e chama à conversão aqueles que se declaram discípulos e missionários de Jesus Cristo.Esperamos que a promoção da unidade dos cristãos,assumida pelas Conferências Episcopais,se consolide e frutifique sob a luz do Espírito Santo”.(cf.DAp.232).

Imagine que somos chamados a experimentar esse caminho de fé e de esperança,no Batismo do Espírito Santo,sabendo que todos nós queremos afirmar esse diálogo da Vida Consagrada,promovendo o bem,promovendo a evangelizar os mais necessitados,por isso,basta ser consagrado a Deus para que sejamos adaptados a sermos evangelizados pela força do amor e da santidade,busquemos com toda essa expectativa na presença maior na vida de Deus,para isso sejamos consagrados,através das mãos do oleiro(cf.Jr 18,1-10).Que Deus possa nos dar essa experiência de fé e de realizações em nossa vida,a proposta de Deus é nos enviar para uma missão.Isso para nós é muito importante quando somos chamados para dar um novo ardor e experimentar essa graça de Deus sobre todos nós.Amém!

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!

Joseph Charles D´Almada Batista

Comunidade Católica Fraternidade Pequena Via