Deixai-vos amar por Ele e sereis testemunhas de que o mundo precisa

“Mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força;e sereis minhas testemunhas em Jerusalém,em toda a Judeia e Samaria e até os confins do mundo.”  (At 1,8).

Quando eu vi essa frase gostaria de colocar em prática a minha experiência como membro de uma comunidade nova aqui na Diocese de Campos dos Goytacazes,RJ.No dia 06 de março de 2010,logo após ter feito o curso Nova Vida promovido pela Escola de Evangelização Santo André,no final do mês de fevereiro do mesmo ano,senti o chamado muito forte em minha vida para entrar em uma comunidade,antes eu iniciei o meu ministério na Pastoral da Acolhida na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus,em Campos,RJ,em seguida pude então em 2010 ingressar na Comunidade Católica Fraternidade Pequena Via. No momento mais profundo que esse chamado a vida comunitária,estava lendo o livro “Novas Comunidades: Primavera da Igreja “,escrita pela Fraternidade das Novas Comunidades do Brasil.

Na apresentação do livro feita então pelo Arcebispo de Palmas (TO),esse livro foi escrito em 2008,Dom Alberto Taveira Corrêa,na época em 2008,ele disse esse seguinte texto:  “Amem profundamente a Igreja, insiram-se com fidelidade na vida das Igrejas locais e sejam,como base de todo o resto,capazes do amor recíproco,que faz os homens e as mulheres de nosso tempo nos reconhecer como verdadeiros discípulos de Cristo.Como não temos,por nós mesmos,tal força,que nos seja concedido o Espírito Santo,que é por si comunhão e unidade.” (Texto extraído do livro Novas Comunidades: Primavera da Igreja ).

No caminho mais profundo em que as Novas Comunidades tem o dom de experimentar no coração o quanto que todos nós sabemos em viver essa experiência de estar em uma comunidade,é a partir daí que se começa um novo caminho de uma evangelização,aprendendo e compreender melhor no coração de Deus é uma nova realidade que vivo dentro da Igreja.Tive a experiência de estar participando dos retiros de carnaval de comunidades novas ligadas a Renovação Carismática Católica(RCC),dentre elas a Comunidade Católica Missão Malaquias (Diocese de Campos dos Goytacazes,RJ),desde 2006,e nesse momento estou nesse caminho de fé e de experiência  de experimentar o carisma do Espírito Santo que vem dentro de nossa alma.

As Novas Comunidades, também tem demonstrado o seu caminho de evangelização como comunidades carismáticas dentro da Igreja,é certo que as Novas Comunidades não se definem como território,mas é preciso fortalecer que a comunidade é um chamado vivenciado no coração de todos os caminhos em que todos nós estamos trazendo em nossas vidas.«Irmãos,seja permitido diversos com franqueza do patriarca Davi dizemos que morreu e foi sepultado,e o seu sepulcro está entre nós até o dia de hoje.Mas ele era profeta e sabia que Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes seria colocado no seu trono.Que toda a casa de Israel saiba,portanto,com a maior certeza de que Deus o constituiu Senhor e Cristo» (At 2,29-30;36).

Entretanto,as Novas Comunidades constituíram-se em que “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma.” (cf.At 4,32),Durante esse momento de formação nós contribuímos com o nosso trabalho de levar em condições esse é o caminho de fé e de esperança em uma vida comunitária.Essa é a experiência de vida consagrada quando estamos vivendo essa experiência de uma nova realidade na Igreja para que possamos então transmitir o anúncio do Evangelho de Cristo,ou seja,dar testemunho de uma história marcante na vida da comunidade essa é uma forma dedicada no coração de uma inspiração de um conceito de uma resposta que vem do alto,em breve abordarei sobre o tema: “A resposta do Alto: Novas Comunidades Carismáticas”,quero colocar em prática aqui o que devemos entender sobre a nossa consciência e vivenciar totalmente a comunhão e a unidade na Igreja,a missão na vida comunitária é trazer com que as Novas Comunidades tragam para si,o significado do seu carisma,mas é preciso também fortalecer no coração esse processo de uma vida completamente em uma vida espiritual em sua vivência na comunidade.

“Com a formação de comunidades autênticas e vivas,o mundo verá nova face da Igreja.Uma nova vida de comunhão pode ser carregada de um novo dinamismo,no qual a Igreja se torna fermento e alma,ao espalhar a fraternidade e a vida trini´taria em todos os campos da vida da humanidade.” (Dom Alberto Taveira Corrêa,apresentação do Livro ‘Novas Comunidades: Primavera da Igreja).

O trabalho das Novas Comunidades,é trazer em vão todo esse carisma de um dom verdadeiro carisma em que todos nós experimentamos esse novo ardor de viver essa missão na vida comunitária.Vamos então pedir ao Senhor,que nos traga esse testemunho de uma fé e renovada forma de que as NC seja de fato,resposta providencial do Espírito Santo,essa é a resposta que devemos buscar a cada dia mais para transmitir a fé cristã,assumindo o compromisso de uma vida nova na Igreja,essa é a realidade que devemos fundamentar a esses exemplos de uma vida nova.

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!

Joseph Charles D´Almada Batista

Comunidade Fraternidade Pequena Via

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s